Avançar para o conteúdo

Guia para iniciantes em bordado Sashiko

Guia para iniciantes em bordado Sashiko

Você sempre quis aprender bordado Sashiko?

Sashiko é uma forma de bordado japonês que cria belos padrões e desenhos com um tipo de ponto comum. Como há apenas um ponto básico para aprender, é fácil começar. É claro que, como qualquer estilo de bordado, dominá-lo exige muita prática, mas você se divertirá muito aprendendo ao longo do caminho. Leia esta introdução para aprender o básico do sashiko e começar!

A palavra sashiko significa literalmente “pequenos traços” em japonês, e é exatamente isso que você faz quando a agulha se move para cima e para baixo no tecido, criando linhas de pontos pontilhados. Uma das coisas que torna o sashiko único é que ele usa agulhas longas que permitem fazer muitos “pequenos traços” enquanto costura vários pontos pontilhados de uma só vez.

Quando a maioria das pessoas pensa em sashiko, elas imaginam a versão tradicional, que usa tecido tingido de índigo e linha sashiko branca para criar designs repetidos ou designs ocasionais intrincados. A sashiko moderna se inspira nisso, ao mesmo tempo que traz muito mais cores e novos padrões para seguir ou até mesmo criar você mesmo.

Pronto para experimentar? Aqui está o que você precisa saber para iniciar seu primeiro projeto de sashiko!

Materiais

O bordado Sashiko usa materiais que provavelmente parecem familiares para quem já fez bordados, mas existem algumas ferramentas e suprimentos especializados.

Embora você possa usar linha de bordar de algodão trançado ou até mesmo algodão perle, a linha sashiko é projetada para esse tipo de costura, facilitando o trabalho. Você pode encontrar muitas cores para escolher e até diferentes espessuras. Na Cloud Craft temos em estoque linha sashiko Cosmo Hindamari, fabricada no Japão e entregue em carretéis fáceis de usar.

Sashiko também usa agulhas longas projetadas para esse tipo de bordado e linha. Estão disponíveis em diferentes comprimentos, sendo as mais longas para linhas retas e as agulhas um pouco mais curtas para costurar curvas. Alguns costureiros também gostam de usar um dedal sashiko para ajudar a empurrar a agulha através do tecido.

Quando você mesmo quiser marcar padrões de sashiko, pode usar um estêncil, traçar um padrão ou delinear uma grade com uma régua. As réguas para quilting são particularmente úteis para isso. Você também precisará de uma caneta ou lápis de bordar que permitirá remover facilmente as marcações.

Como acontece com qualquer bordado, você pode fazer bordado sashiko em qualquer tipo de tecido, mas a estrutura do material fará a diferença tanto no processo quanto nos resultados. Algodão ou linho (adoramos linho Essex) são ótimos para sashiko porque são fáceis de costurar, mas você precisa ter cuidado para não apertar demais os pontos. Tecidos mais rígidos como a lona são mais difíceis de trabalhar quando você costura, mas os pontos não puxam nem enrugam.

Se você não tiver certeza de qual método de marcação de tecido ou padrão usar, considere um kit que inclua tecido pré-impresso. Isso economiza muito tempo e perguntas!

Agora vamos dar uma olhada em como dar a primeira tentativa ao sashiko.

O básico do sashiko

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a começar com Sashiko.

Dica 1 – Configure seu modelo

Os estênceis Sashiko são fáceis de usar e perfeitos para repetir designs. Alguns, como os modelos que temos em loja, até têm as próprias pontas espaçadas. Para usar estênceis sashiko, segure o estêncil no lugar enquanto marca as linhas com uma caneta ou lápis removível.

Ao criar um padrão de repetição, mova o estêncil para que as primeiras marcações fiquem alinhadas com o estêncil e depois marque outra seção. Repita isso para mover o estêncil quantas vezes forem necessárias.

Dica 2 – Círculo

Você pode fazer sashiko com ou sem bastidor! Se você optar por trabalhar em bastidor, ajuda a manter o tecido um pouco mais solto para que você possa fazer vários pontos de uma vez.

Dica 3 – Comece

Embora você possa começar o bordado sashiko com nó, é recomendável evitá-lo. Em vez disso, ao remontar o tecido com linha nova, deixe uma longa cauda nas costas. Deve ter aproximadamente 12cm de comprimento. Você voltará a isso mais tarde.

Dica 4 – Costura!

O ponto Sashiko é como um ponto corrido onde você simplesmente sobe e desce no tecido. Você pode usar a agulha sashiko longa para fazer vários pontos na agulha ao mesmo tempo. Nas linhas retas você pode formar mais pontos, mas nas curvas você só precisará fazer alguns de cada vez.

Ao passar a agulha, alise os pontos e o tecido para que a tensão seja uniforme e não haja rugas no tecido.

Os pontos sashiko tradicionais têm comprimento igual, com um espaço entre eles que é aproximadamente 1/3 do comprimento do ponto. Acertar as proporções e costurar de forma consistente exige muita prática. Não se preocupe se não ver resultados perfeitos imediatamente!

Você também pode encontrar um comprimento e espaço de ponto que funcione para você. Na verdade, alguns padrões requerem espaçamentos diferentes. O mais importante é manter os pontos consistentes.

Uma “regra” do sashiko é que os pontos nunca devem se cruzar ou se cruzar. Os pontos mostrados abaixo à esquerda não estão corretos. Em vez disso, onde as linhas de pontos se cruzam, elas devem sempre se encontrar nos espaços entre os pontos.

Quando um padrão exige que você “pule” um pouco entre os pontos ou quando você está virando um canto apertado, você deve manter a parte de trás do salto um pouco solta. Isso ajuda a manter a tensão uniforme dos pontos, especialmente em itens que provavelmente serão lavados.

A maioria dos designs de sashiko inclui um guia que sugere o melhor caminho a seguir. Faça o possível para seguir este guia, mas você também pode pesquisar o percurso que mais lhe convier. O objetivo é criar um caminho direto com o menor número possível de partidas e paradas.

Dica 5 – Encerre seu tópico

Para completar um pedaço de linha sashiko, passe a linha na parte de trás de vários pontos. Faça o mesmo com a cauda inicial.

9 designs de bordado para iniciantes para experimentar neste inverno

Quando todas as costuras estiverem concluídas, remova as marcações do padrão.

Você também pode criar seus próprios desenhos com uma régua. Para isso, vamos criar um design moderno em uma bolsa de tecido.

Para este projeto utilizamos nossa bolsa creme com zíper, fios Hindamari sashiko em vermelho e azul e agulhas sashiko.

Passo 1

Comece desenhando uma grade em um ângulo de 45 graus com as linhas espaçadas de 3 cm.

2º passo

Costure a grade com ponto sashiko.

etapa 3

Marque linhas de ângulo de 45 graus entre as linhas costuradas em ambas as direções. A seguir, marque as linhas horizontais e verticais que correspondem aos pontos da linha costurada. Você não precisa marcar todos os pontos, mas faça as linhas longas o suficiente para poder vê-las facilmente.

Passo 4

Costure ao longo das linhas marcadas para formar flores estreladas no meio da grade. Em vez de costurar uma flor estrela de cada vez, você cria linhas que se tornam esses desenhos.

Neste caso, o comprimento do ponto deve ser o mais constante possível, mas o comprimento do intervalo varia. Certifique-se também de manter o centro das flores das estrelas aberto.

Siga um caminho de linha em linha, começando e parando nas bordas do desenho.

Etapa 5

Quando todas as costuras estiverem concluídas, remova as marcações do padrão.

Sashiko é uma forma de bordado linda e versátil, perfeita para roupas, decoração de casa, acessórios e muito mais. É uma daquelas coisas simples e complexas e é isso que o torna tão especial.

Boa costura!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *