Avançar para o conteúdo

Os exaustores do banheiro são eficazes?

Você já sentiu que seu banheiro cheira a vaso sanitário? Ou que cheira horrível?

Estes são sinais de que você precisa de um exaustor. Mesmo que pareçam desnecessários, farão maravilhas pela eficiência energética e pela qualidade de vida da sua casa.

Continue lendo para saber mais sobre esses dispositivos incríveis!

Um exaustor de banheiro é projetado para remover odores do ar, que podem ser causados ​​​​por qualquer coisa, desde urina até crescimento de bactérias nas superfícies.

É importante ter em mente que nem todos os ventiladores são iguais: alguns cobrem apenas uma pequena área de uma sala de tamanho médio, enquanto outros possuem motores mais potentes e CFMs mais elevados.

Se você tem animais de estimação ou fumantes em sua casa, você vai querer algo com altas classificações de CFM para que não contaminem toda a sua casa com gases fedorentos.

Você também deve saber qual o tamanho de ventilador que melhor se adapta ao espaço antes de comprar um, pois existem modelos disponíveis para banheiros de quase todos os tamanhos.

Os exaustores de banheiro vêm em uma variedade de tamanhos e formatos, incluindo dutos redondos e quadrados.

Eles podem ser ventilados pelo telhado ou pela parede (usando o tubo plástico padrão de 4 ″), dependendo da sua preferência. A fonte de alimentação do ventilador determinará o quão difícil é a instalação, sendo os ventiladores com fio os mais difíceis de instalar.

Você deve contratar um eletricista profissional para cuidar de qualquer instalação que envolva fiação, pois isso pode ser potencialmente perigoso se não for feito corretamente.

Extratores de banheiro eficientes

Quais são os benefícios de usar um em meu banheiro?

Os benefícios de usar um exaustor são vários, incluindo o fato de que você poderá respirar mais facilmente sabendo que o ar ao seu redor está menos poluído.

Os exaustores de banheiro ajudam a reduzir a umidade no banheiro, o que pode reduzir o crescimento de mofo. Eles também são úteis para reduzir a condensação em climas frios, ajudando a manter o ambiente aquecido e, ao mesmo tempo, economizando nas contas de aquecimento.

Algumas pessoas gostam de deixar a janela do banheiro aberta durante e após o banho, pois isso ajuda a reduzir a umidade e cria uma brisa agradável.

No entanto, usar um exaustor pode evitar que você tenha que abrir as janelas em tempo frio quando elas precisam ser fechadas para aquecimento. Isso também garantirá que o ar do ambiente seja fresco, para que não haja cheiro de urina ou outros odores desagradáveis ​​no banheiro.

Outro benefício de um exaustor é que ele reduzirá sua conta de energia, pois funciona com seu sistema de aquecimento e refrigeração para reduzir a umidade, o que ajudará a reduzir a necessidade de uso adicional desses dispositivos.

O melhor local para instalar um exaustor de banheiro é próximo ao chuveiro ou banheira, pois ele poderá coletar a umidade dessas áreas.

É importante não ter uma porta externa por perto, caso contrário o ventilador não funcionará bem. Se você tiver um por perto, considere colocá-lo do outro lado do banheiro. Pode ser necessário algum planejamento para acertar, mas você ainda pode fazer isso. contrate um eletricista para ajudá-lo. O melhor local para colocar um exaustor é no teto, onde ele fica discreto e não muito próximo de nada que possa obstruir sua passagem ou interferir no seu funcionamento.

Existem dois tipos principais de exaustores de banheiro: ventiladores de teto e ventiladores de parede.

As unidades montadas no teto são mais eficientes porque retiram ar de todos os lugares, incluindo paredes e cantos.

As unidades montadas na parede, por outro lado, aspiram o ar em apenas uma direção. Eles funcionam bem em banheiros pequenos onde só há espaço para um ventilador.

Você também pode encontrar ventiladores equipados com aquecedores ou luzes noturnas, mas geralmente são mais caros do que exaustores de banheiro padrão.

Quanto custa a instalação?

O custo médio para instalar um exaustor de banheiro está entre US$ 115 e US$ 240.

O preço irá variar dependendo de vários fatores, incluindo se você tem ou não uma tomada elétrica por perto, o tamanho da unidade necessária, os custos do conduíte e o incômodo envolvido.

Algumas pessoas optam por fazer sozinhas para economizar, mas é recomendável que um profissional faça a instalação. É importante que o eletricista saiba como funcionam os conduítes e tenha experiência, caso contrário ele poderá causar mais danos do que benefícios após cortar paredes ou perfurar canos.

Quanto me custará o uso regular?

Uma coisa que você precisa considerar antes de instalar um exaustor de banheiro é se deseja ou não ligá-lo regularmente.

O custo de funcionamento do ventilador varia de acordo com seu tamanho e com que frequência você o usa, então pense em quais serão seus custos de aquecimento e resfriamento ao longo do ano. Contanto que sua conta total não exceda o que você pode pagar, a instalação provavelmente valerá a pena.

A quantidade de ar movimentada por um exaustor por minuto (cfm) varia de acordo com suas necessidades.

Se você precisa controlar a quantidade de ar movimentado para reduzir custos, então você deve procurar uma unidade menor que possa ser ajustada para diferentes velocidades.

Por outro lado, se você deseja usar seu ventilador o ano todo e precisa que ele funcione na capacidade máxima durante os meses de inverno, quando a umidade é alta, opte por um modelo maior para que seja capaz de lidar rapidamente com o volume de ar.

Um exaustor de banheiro funciona trazendo ar fresco e expelindo partículas de água ou umidade.

Eles ficam então presos dentro do dispositivo, que é limpo com um filtro encontrado dentro dos filtros domésticos normais. A água se acumula neste filtro, então você precisará trocá-lo a cada dois meses ou mais.

A maioria dos modelos de exaustores de banheiro duram até dez anos antes de precisarem ser substituídos.

Em geral, quanto mais tempo um ventilador funciona diariamente e quanto mais potente for o fluxo de ar, menor será sua vida útil. Se for usado com menos frequência ou tiver volume de ar reduzido, deverá durar de 15 a 20 anos ou mais.

Alguns dos problemas mais comuns que você pode enfrentar com o exaustor do banheiro estão relacionados ao motor.

Com o tempo, este motor pode começar a superaquecer ou até queimar se não conseguir consumir energia suficiente. Se você notar que seu ventilador está demorando mais do que o normal para ligar, verifique o disjuntor para ter certeza de que não está sobrecarregado. Este pode ser o problema se você adicionou outros aparelhos recentemente ou instalou novas luzes neste circuito.

Outro problema comum é onde não há sucção suficiente para que a água escape do exaustor, o que pode causar vazamentos no chão ou no teto. Se você notar manchas de água nos ladrilhos, será necessário substituir a vedação ao redor do ventilador.

Claro, o maior problema com o seu extrator pode ser que ele não funciona; neste caso, verifique se a alimentação está ligada e se não há nada bloqueando nenhuma das extremidades da ventilação (como uma prateleira ou toalha).

Você também pode ler: Como evitar que um rack de canto para chuveiro caia?

Como faço a manutenção do exaustor do meu banheiro?

Para garantir que o exaustor do banheiro esteja funcionando corretamente e não apresente problemas, limpe-o regularmente.

Use um aspirador de pó para limpar a unidade pelo menos uma vez por mês, especialmente ao redor do motor. Se você notar um acúmulo de sujeira ou poeira, tome um pouco mais de cuidado com o aspirador para ter certeza de que removeu tudo.

Preciso de ajuda profissional?

Você mesmo pode limpar o exaustor do banheiro, mas se notar algum problema (especialmente com o motor) ou se ele não estiver funcionando tão bem como de costume, considere chamar um profissional.

Um encanador ou eletricista pode inspecionar o ventilador e determinar o que está errado, bem como quanto custará para consertá-lo.

Cada modelo diferente de extrator de banheiro possui um código único que você pode usar para identificá-lo.

As informações geralmente ficam localizadas entre o respiradouro e a ventoinha, dentro do gabinete. Se você não tiver sucesso com esse método, procure na parte externa do dispositivo um adesivo que contenha o modelo ou número de série.

Este artigo ajudou você?

Esperamos ter fornecido as informações de que você precisa para compreender totalmente como funcionam os extratores de banheiro. Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *