Avançar para o conteúdo

Uma viagem às características distintivas dos móveis dos anos 1960

Uma viagem às características distintivas dos móveis dos anos 1960

A década de 1960 foi marcada por revoluções culturais, inovações artísticas e uma ruptura com as convenções. No design de móveis, esta época deu origem a um estilo distinto que continua a cativar e inspirar. Junte-se a nós numa viagem no tempo enquanto exploramos as características únicas que definem o mobiliário dos anos 60 e a sua influência duradoura no design contemporâneo.

1. Cores ousadas e divertidas

Uma das marcas registradas dos móveis da década de 1960 é o uso destemido da cor. A era abraçou tons vibrantes e padrões ousados, refletindo o otimismo e a exuberância da época. Do verde abacate ao laranja queimado, os móveis dos anos 60 foram uma celebração de paletas de cores vivas e energéticas que trouxeram uma sensação de alegria e diversão aos espaços residenciais.

 


2. Formas orgânicas e linhas fluidas

Influenciados pelo movimento moderno de meados do século, os móveis da década de 1960 apresentavam formas orgânicas e linhas simples. Os designers inspiraram-se na natureza ao incorporar curvas, arcos e formas assimétricas nos seus designs. O resultado são móveis fluidos e harmoniosos, rompendo com as estruturas rígidas das décadas anteriores.

3. Misture materiais com estilo

Na década de 1960, os designers experimentaram materiais, misturando elementos tradicionais e não convencionais para criar peças marcantes. Madeira, plástico e metal foram frequentemente combinados de formas inovadoras. Designs icônicos, como a Eames Lounge Chair, com seu compensado moldado e estofamento em couro, incorporam essa tendência de casar diferentes materiais para obter apelo estético e funcional.

4. Projetos futuristas e da era espacial

A década de 1960 foi um período marcado pela obsessão pelo futuro e pela exploração espacial. Esse fascínio se estendeu ao design de móveis, com peças que pareciam saídas de um cenário de ficção científica. Os lustres do Sputnik, as cadeiras em forma de ovo e as elegantes mesas inspiradas na era espacial tornaram-se emblemáticos desta estética vanguardista.

5. Versatilidade e modularidade

À medida que os espaços urbanos evoluíram, também evoluiu a necessidade de mobiliário adaptável. Os designers responderam criando móveis modulares que poderiam ser reorganizados para se adaptarem às novas necessidades. As estantes, sofás e soluções de arrumação foram pensadas a pensar na versatilidade, permitindo aos proprietários personalizar facilmente os seus espaços.

4 características essenciais a considerar ao comprar uma casa de família

6. Artesanato e qualidade

Apesar dos designs futuristas e experimentais, a década de 1960 também enfatizou o artesanato e a qualidade. Muitas peças icônicas desta época foram meticulosamente elaboradas, demonstrando um compromisso com a forma e a função. Este compromisso com a qualidade contribuiu para a longevidade dos móveis da década de 1960, com muitas peças se tornando cobiçados itens colecionáveis.

7. Designers icônicos e peças atemporais

A década de 1960 deu origem a um grupo de designers visionários cujo trabalho se tornou sinônimo da época. Dos já mencionados Charles e Ray Eames a Arne Jacobsen e Eero Saarinen, esses visionários criaram móveis que não apenas definiram os anos 60, mas continuam a ser celebrados e reproduzidos até hoje.

Palavras-chave: Móveis, móveis e decoração 1960

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *